Wednesday, September 17, 2008

Escócia - dia 5

Primeira atividade do dia: café da manha :o) E eu fiquei mega feliz com o nosso B&B: havia a opcao de café da manha continental! Nada de ovos, bacon e afins. Eu ganhei iogurte, frutinhas, paes diversos (inclusive o pao bem integral alemao que eu aprendi a amar!), geléias e queijos. Tava com saudades!

Vista da nossa mesa do café da manha

Comecando bem o dia :o)


Depois de devidamente alimentados, decidimos seguir viagem até a cidade de Fort Williams, e de lá fazer o mesmo percurso que o trem do Harry Potter :o) Sim, o trem existe mesmo, mas nao leva a Hogward :o) O trajeto é considerado um dos mais bonitos percursos de trem do mundo, entao é totalmente recomendado! Nós resolvemos fazer de carro mesmo, porque em Mallaig (ponto final) queríamos pegar o ferry e ir direto à Ilha de Skye. O trajeto segue a A830, que vai de Fort William até Mallaig.Comecando o trajeto, passamos por Fort Williams, cuja maior atracao é Ben Nevis, a montanha mais alta da Gra-Bretanha. A propósito, sobre Fort Williams houve algo engracado. Antes de viajarmos, eu vi que havia um castelo na regiao (Castelo de Inverlochy), e quis marcar um jantar no dito cujo, só para sentir o ambiente :o) Liguei, e jurei que nao conseguiria uma mesa. Mas, sem problemas, havia uma mesa vaga exatamente para o dia que queríamos. Depois de ter dado meu nome e número de telefone, e já ir quase desligando, ouco a recepcionista dizer: A propósito, é importante saber que nós temos uma conduta de traje: para entrar no restaurante, terno e gravata sao obrigatórios.' O castelo fica, literalmente, no meio do nada. E, para jantar, precisa terno e gravata? Convenhamos, isso é totalmente do século passado (bom, de repente isso também faz parte do 'ambiente', hahaha). Me poupe, me economize! Tudo bem que (provavelmente) a gente nao vá jantar de tênis num castelo, mas terno e gravata nas férias? Até entendo que, para uma noite de gala, isso seja requisito. Ou em jantares mais formais, eventos ou afins. Mas em plena terça-feira à noite, no meio do nada, num restaurante? Nao, sem condicoes. Cancelei imediatamente a nossa reserva, e desliguei indignada. Contei para o meu colega escocês, e ele disse: 'É, sao séculos de tradicao, e para entrar pela porta da frente, precisa-se seguir certas regras…'. Aaaaaaaahhhhh!!!!!!!!

O dia comecou ensolarado, mas ainda havia muita neblina, entao sem fotos da Ben Nevis :o)

As paisagens eram varidas e lindas...


No meio do caminho, paramos em Glenfinnan. Esse lugar é a meca para os fas de Bonnie Prince Charlie. Foi aqui que ele incitou os clas das highlands a se rebelarem contra o governo inglês, e restaurar o poder da dinastia Stuart. Como os clas eras tradicionalmente católicos, e visavam manter o seu poder e regalias, compraram a briga também. Mas, perderam a luta, e o trono inglês continuou firme e forte. Abre parênteses: acho que preciso ler mais, porque agora me dei conta de quao limitado é o meu conhecimento da história daqui... Eu devia ter prestado mais atencao no colégio!!! :o) Fecha parênteses.
Agora, uma história que realmente me fascinou foi a de Flora MacDonald. Flora Macdonal é gente que faz :o) (ou melhor, foi gente que fez, hehehe). Acreditando nos ideais de Bonnie Prince Charlie, ela o ajudou a escapar dos ingleses vestindo ele como sua dama de companhia irlandesa (será que ele ficou bonitinho vestido de mulher? :o) ), e levando-o para a Ilha de Skye. Ele conseguiu fugir de lá para a Franca, mas a pobre da Flora passou uma temporada (curta, gracas!) na prisao da Torre de Londres quando descobriram o que a danada aprontou. Tres anos depois de livre, ela casou com o capitao Alan MacDonald e ambos foram morar nos Estados Unidos... onde também nada foi pacífico, e eles participaram da Guerra da Independência. O marido dela faleceu lutando, e ela voltou para a Escócia. No caminho, o navio dela foi atacado, e Flora se recusou a ir para os camarotes, lutando ao lado dos homens (te mete!!!). Ela faleceu em 1790, com 68 anos. Adorei a história dela, e quero ver se acho livros sobre a sua biografia :o)

O Monumento de Glenfinnan retrata um highlander usando um kilt, e foi eregido no lugar onde Bonnie Prince Charlie comecou a sua luta.

No caminho até o monumento, havia uma placa dizendo que tickets eram necessários para visitar o monumento em si, e que deveriam ser comprados no visitor centre. Nós achamos que os tickets eram necessários até para caminhar em volta do monumento, entao fomos e compramos. Mas, informacao errônea: tickets necessários somente para subir no monumento. Como já havíamos comprado os tickets, lá fomos nós, subir na torrezinha. A escadinha em caracol, super estreita, nem foi tanto o problema. O problema foi a saída: nao há porta ou portal. É simplesmente um buraco no chao, muito pequeno. Até namorido disse que ia ficar entalado saindo por aquela aberturinha. Mas, azar, quem está na chuva é para se molhar (literalmente, hahaha): se a minha cabeca passou pela aberturinha, passam as coxas também (hahahaha - até parece, né? Nao, nao sou cabecao, hahaha). Joguei a minha bolsa para fora da abertura, e coloquei minhas maos no chao, icando o meu corpo pra fora. Fora de brincadeira, sair da escadinha nao é tarefa mole! E voltar pela escadinha é pior ainda: colocando metade do corpo para dentro, você nao tem espaco para mirar os degraus (que, no final, sao deveras estreitos). E, eu pensei o tempo todo: se eu errar os degraus, e escorregar, vou rolar a escadaria inteira até o final, porque nao tem nenhuma plataforma no caminho!!! Mas, deu tudo certo, e voltamos saos e salvos, hahaha :o) E, sim, a paisagem do topo é magnifica!!! A propósito, como eu já estava lá em cima, dei uma olhadinha embaixo do kilt do highlander, para responder a pergunta que nao quer calar: eles usavam carçola ou nao? Continuei sem a minha resposta...
No visitor centre, ainda há um pequeno museu, mas é muito chubrega! Ponto positivo: os banheiros sao bons! :o)
Na saída do visitor centre, se avistam os arcos por onde passa o trem do Harry Potter (hehehe), e que também aparecem no filme. Viu só, nao é fantasia!!! :o)


Glenfinnan Monument

Rumo a escalada :o)

O cenário

E a incógnita permanece: por baixo do kilt, eles usam algo ou nao?

Minha ilha, hahaha :oD

E quem viu Harry Potter conhece esses arcos :o)


Vocês conhecem esse senhor? :o)))


Continuando o caminho para Mallaig, há paisagens lindíssimas!!! Paramos várias vezes para tirar várias fotos e dizer: 'wow, that's soooooooo beautiful!' . Há um caminho que acompanha a costa, e que é conhecido por ser muito bonito. Mas, nós queríamos pegar o ferry das 12h30, entao decidimos cortar caminho e seguir direto. Para quem for com mais tempo, vale a dica :o)




Ferry em Mallaig


Devidamente instalados dentro do ferry (que, diga-se de passagem, era muito confortável) olhamos em direcao à Ilha de Skye. Foi muito engracado, porque havia uma nuvem enorme preta sobre a suposta ilha (sim, porque da ilha nao dava para ver nadica de nada, só a enorme nuvem preta, hahaha). Namorido e eu nos olhamos e pensamos: chuva, muita chuva. A Ilha de Skye é conhecida na Escócia por ser um lugar onde chove, chove muito. E para um escocês dizer isso... Bom, mas como otimismo é tudo, eu estava totalmente convicta que, passando a nuvem preta, uma ilha linda e ensolarada iria se descortinar frente aos nossos olhos :o) E, navegando pelo mar, e chegando até a ilha, meu otimismo foi por água abaixo: estava chovendo muito, aos cântaros!!! Água por todos os lados (literalmente, hahaha). Como o tempo nao estava propício para passeios (hihihi - risadinha nervosa) e nossos estômagos estavam vazios, decidimos parar para almocar. E achamos um restaurante ótimo por acaso: Toravaig Hotel House. Nós dois pedimos risoto de champignons, e estava simplesmente divino!!! E, quando nosso almoco acabou, como por milagre, a chuva se foi, e o sol estava raiando! Sim, estômagos cheios atraem bons fluidos, hahaha.



Nossa primeiro passeio na ilha foi de Broadford até Elgol, pegando a B8083. Aliás, compramos no ferry um mapa detalhado da ilha, e foi o melhor investimento: a ilha é bem grande (maior do que pensávamos), e com o mapa detalhado ficou bem mais fácil de achar as atracoes que queríamos e as pequenas estradinhas com paisagens de tirar o fôlego.

Esse primeiro passeio é considerado o caminho mais bonito para se avistar as Cuillins, a cadeia de montanhas que sao a alma da ilha. Mas ele só vale a pena ser feito em dias claros, sem chuva ou neblina. Como o tempo estava exatamente assim depois do almoco, decidimos nao arriscar a sorte para o dia seguinte, e fazer o passeio já :o) E nao nos arrependemos... A imensidao do lugar, as montanhas altas eretas no meio do nada, as ovelhinhas pastando, casas esparsas aqui e ali... A paisagem é fantástica!!!


Um jardinzinho no meio do nada


Caso alguém queira tomar um banho de banheira :o)

Ovelhas pastando no meio do cemitério...


As cores eram fantásticas...


... mesmo quando só a tonalidade variava.


E elas, as famosas Cuillins




Fazendo pose para a posteridade :o)



Depois do longo passeio, com milhares de aaahhhhs e oooohhhhs de surpresa e admiracao, fomos para Portree, em direcao ao nosso hotel. O hotel foi uma decepcao! Lendo pelo guia do Lonely Planet, o hotel era para ter sido recentemente renovado e redecorado. Bem, só se o decorador se baseou nos anos 70, porque a decoracao era o oh-do-borogodó! Além disso, sabe aquele cheiro estranho de lugar que fica fechado a muito tempo? Pois é, esse cheiro por tudo... Args! Nao passou pela crítica (nós, hahaha). E, sim, eu queria ter pego um B&B ao invés de hotel, mas estavam todos ocupados! Marque com antecedência, muita antecedência, porque a ilha de Skye é um lugar querido por muitos, turistas ou escoceses. O que conta pontos para o hotel é que foi visitado por James V em 1540 (o prédio é só um pouco antigo... Mmmm, de repente isso explica o cheiro, hehehe), e Bonnie Prince Charlie e Flora MacDonald compartilharam um quarto aqui (mega romântico, or what?). Mas, definitivamente nao vale a pena. E, só para dizer algo positivo, sim, a vista do quarto era muito bonita, obrigada! Mas só :o)


Vista da janela do nosso quarto


A noite fomos jantar no Chandlery Restaurant. Esse restaurante fica num outro hotel, que possui também um bistrot. Entre o restaurante e o bistrot nao há portas, o ambiente só é dividido por uma cortina aberta. Eu acho que o clima aconchegante do restaurante perde todo o tchan com o barulho animado do bistrot (que também parece bom), e simplesmente nao combina. Mas a comida estava muito boa. E o vinho melhor ainda :o)
E, boa noite, que amanha tem mais Ilha de Skye no cardápio :o)

4 comments:

Nina said...

hey Angie, que fotos!
nao, eu nao conheco aquele senhor, rsrs... quem é?

olha, se minha filha souber que vc andou no mesmo trem que "quase" leva a Hogward, (só vou dizer pra ela que o trem existe, sem dizer aonde está, muááá) ela vai querer fazer essa viagem em breve. ai nao vai dar porque a grana tá curta, e ai ela vai comecar com a velha ladainha de sempre: eu economizo, eu contribuo com a minha mesadinha.rsrsrs

fotos mt legais angie e o café me deixou com água na boca, só gostaria de entender o que vc fez pra gostar dos paes daqui, vc se refere aqueles pretos???.. gosto nao!

bjs

Cacá said...

Angie, me senti no trem indo pra Hogwarts tb!! :)
E que foto cômica das pernocas do moço de kilt hein... hahaha...

Beijocas!

Silvinha said...

Angie, a cada dia eu adoro ainda mais essas paisagens!

Achei o maximo ver a estrada que não leva a Hoogwarths e as ovelinhas pastando no cemitério, hahaha

Tb vu procurar briografias sobre a Flora MacDonald, achei-a interessantissima!

Beijo!

ps: concordo com a Nina, pão alemão não desce! Como vc consegue??
Estou até aprendendo a fazer pão, so assim p/ comer.

Claudia Pimenta said...

oi angie! eu sou apaixonada por harry potter! preciso andar neste trem (risos)!
que paisagens, hein? de perder o fôlego! eu ia gastar muuuuitos cartões de fotos... tb amo fotografia e ficaria sem saber o que fotografar... tudo!!!
ninguém merece essas roubadas de "entrar no buraco para sair", né? uma vez aconteceu isto conosco em portugal... mas como o buraco era p/entrar, eu nem me aventurei! vai que entala (risos)?
bjs, querida! até o próximo capítulo! estou adorando...