Thursday, July 16, 2009

E um pouco mais de Darmstadt...

Depois da dormidinha da tarde, nossa primeira parada foi no prédio Waldspirale (ou Floresta Espiral). Olhando pela internet, nós adoramos a concepcao do arquiteto austríaco Hundertwasser, e estávamos curiosos para ver ao vivo! No topo há um café onde é possível apreciar a vista do prédio como um todo.

Fonte: http://www.darmstadt.de

Chegando ao prédio, a primeira constatacao: só pra variar, o prédio está em reformas, e uma boa parte estava coberta por um andaime enorme.

Olha o andaime aí do ladinho!!!

Mas, confiantes, fomos até a entrada do prédio descobrir como se fazia para chegar até o café no alto. Bem, para nossa decepcao, havia um cartazinho dizendo que o café estava temporariamente fechado, e que nao era possível subir até a torre. Aaaaaaaah, que pena!!! Um rapaz passou por nós e entrou no prédio, e eu perguntei para ele quando o café abriria novamente. Ele disse que o café quebrou e que nao há expectativa de algo novo ser aberto a curto prazo. Aaaaaaaah, que pena de novo! E, nao, o rapaz nao morava no último andar, e nao, ele nao nos convidou para entrar no prédio, hehehe :o)



Mas, mesmo assim valeu a visita! O prédio é show, as janelas sao todas diferentes umas das outras, e o conceito de árvores no teto, em formato de espiral, é muito legal :o) Agora, quanto a parte turística, bem que eles podiam se espelhar no prédio do Hundertwasser em Viena e dar uma revigorada no lugar!




De lá, fomos ao Mathildenhöhe, ou Colônia de Artistas. No que diz respeito ao Jugendstil (ou art nouveau) Darmstadt é tao famosa quanto Paris, Bruxelas, Viena, Glasgow e Barcelona!!! Tá bom, eu confesso, nao tinha a menor idéia disso antes de visitar a cidade, mas voltei do passeio cheia de sabedoria :o) Porque digo e repito, Joaninha Bacana é cultura, hehehe :o)
Em 1899, o grao duque Ernst Ludwig (ou Ernie, para os íntimos - aliás, a história dele é super interessante. Para quem quiser saber mais, aqui) fundou uma colônia de artistas, com arquitetos, pintores e escultores: J. M. Olbrich, P. Behrens, P. Huber, H. Christiansen, P. Bürck, L. Habich and R. Bosselt. A primeira tarefa deles foi construir suas próprias casas (e que casas!) e apresentá-las ao público.
A primeira
exposicao do 'Mathildenhöhe' foi feita em 1901 (posicionando Darmstad no âmbito internacional das artes). Para o evento, Olbrich criou a Ernst-Ludwig-Haus.

No Mathildenhöhe se encontram também uma capela russa e a Hochzeitsturm (ou torre do casamento) construída, pela cidade de Darmstadt, em homenagem ao casamento do Grao Duke Ernie com a Princessa Eleonere, em 1905.


Mathildenhöhe, com a capela russa ao fundo

Hochzeitsturm -eu achei isso um presente muito estranho de casamento...


Mas gostei do relógio de sol na torre!


A capela russa com uma fonte de água clarinha na frente (se a água fosse um pouco mais funda, ia ser uma piscina muito legal!)


Detalhes da capela russa

Capela russa de frente...

... e de costas


Tem um homem no telhado!

Dentro do museu tem um café legal


Detalhe do teto do café


E as casas dos artistas! Haus Behrens


Porta da Haus Behrens


Eu AMEI a porta da Glückerthäuser


Entrada da Ernst-Ludwig Haus


Essa eu nao lembro mais qual era, mas também achei a porta um mimo :o)


E essa nao era de nenhum artista, mas era muito divertida: era uma casa estilo colonial com colunas gregas (ou romanas?) e uma bola de discoteca num vaso :o) Mistura fina, hehehe


No caminho até o carro, vimos um cartaz pendurado numa casa dizendo 'Hoje, seja bem-vindo no nosso jardim - www.mathildenhoehe.org'. Puxei namorido, e entramos. Eu aaaaamo ver casa, decoracao e jardim, nem precisa convidar duas vezes :o)

A campainha da casa era bem diferente :o)

Um sofá de jardim diferente

Havia fontes, muitas fontes

Os fundos da casa (sim, no meio da escada há uma fonte)

Voltamos para o hotel e acabamos jantando por lá mesmo (a comida estava muito boa!!!). Depois da janta, saímos ainda para dar uma volta no Herrngarten a pé. Apesar das nuvens ameacadoras, o dia terminou tarde, lá pelas 22h30, e com sol!


Sábado de manha voltamos para Aachen com calma, parando em duas cidadezinhas no meio do caminho.

E no domingo? Bom, o domingo eu passei assim oh:


Porque nem tudo sao flores e era preciso terminar correndo um trabalho para o MBA para entregar na segunda-feira. Cadê tempo, cadê tempo? Run, Angie, Run!

P.S. E, sim, o trabalho ficou prontinho da silva, e sim, foi entregue a tempo. Agora, só preciso terminar um trabalho de direito até o fim do mês, e aí férias até setembro, quando comeca um novo módulo novamente.

14 comments:

Carol Marques said...

Angie, hahaha... tô rindo da sua cara na última foto!
Adorei conhecer Darmstadt por aqui.
Sabe que ontem eu tava escrevendo um email para uma amiga minha que pediu dicas da Alemanha e até vi Darmstadt no guia de viagens, mas não sabia que tinha tantas coisas lindas por lá.
Agora vou chamar marídeo pra irmos à Darmstadt qq hora dessas. :)
Beijo!!

Carol Marques said...

Mudou a foto do perfil tb! Gostei! :)
E a foto de Mathildenhöhe com vc está lindíssima!!
Tb gostei do espelho d'água (quase piscina como vc disse, haha).

Beijo de novo!

Márcia said...

O lugar é sensacional, but the oscar goes para sua foto Angie, ficou ótima!
Boa sorte com o trabalho!
Bjim,
Márcia

SÍLVIA OLIVEIRA said...

Adorei a dica do Varanda das Bromélias, em Gramado.. Já coloquei lá no post, como uma indicação sua! Valeu e brigadão! Bjs!

Silvinha said...

Achei Darmstadt super interessante, vc me deixou com vontade de visita-la! :)

Otima sua ultima foto, hehe

Beijo!

Renata said...

Mas fala que não valeu a pena a correria para aproveitar isso tudo???!!!

Tô de volta!!! Estava com saudades!!!

Lindas fotos.

Beijo,

Rê.

vida cotidiana said...

Que lugar maravilhoso, você sempre colocando lindas fotos para agradar nosso olhar, rsrsrs, Adorei, bjs

Anonymous said...

sim, concordo plenamente: Joaninha Bacana é cultura!!! Eu não tinha a menor idéia da existÊncia desta cidade e de tantas coisas lindas que ela tem... bem, dizer q as fotos estão lindas é chover no molhado... bjinhos, Mí

SandraM said...

orra meu, esse lugar está no meu caminho para Franfrt e nunca tive a curiosidade de visitar. Até agora.
Angie, o duro de visitar as obras do Hundertwasser foi voltar para o Brasil e querer reformar a casa com sobra de azulejo, escada desalinhada e janelas tortas e ninguém entender nada rsrsrs.
Sua foto está o máximo!!!!!

Dona Flor said...

Eu não fazia idéia de que Darmstadt era tão estilosa!! Pelo que ouvia falar de lá, sempre achei que não fosse nada especial (eu não acho Frankfurt nada especial, mas é minha humilde opinião). Agora estou curiosíssima para visitar!! Adorei a dica!!!
Primeira vez que passo pelo seu blog, adorei. Bjs.

Verônica Cobas said...

Oi,

Vim conferir seu post e ler com atenção todas as informações que você revela, conta e descreve em detalhes que sempre e atraem.
Achei muito curiosa a semelhança, não estética mas conceitual, entre o prédio Waldspirale e a Casa Milá, de Gaudi. De qualquer forma, ousado e de vanguarda o suficiente para chamar minha atenção.

bjs. Veronica

Camila said...

Oi, Angie, fiquei feliz em ver as fotos de Darmstadt.. Que bom que vcs conseguiram ver a Künstlerkolonie!!!
Boa sorte com o trabalho de direito e boa semana!
Beijos!

Katia Bonfadini said...

Angie, adoro observar nos detalhes das fachadas dos prédios e casas sempre que viajo. Adoro arquitetura e achei tão linda e cheia de detalhes a capela russa - um escândalo! Realmente aquela campainha é bem diferente, assim como o banco de madeira e a fonte! Que legal, eu adoraria conhecer esse jardim. Como sempre, um post que me faz ficar com vontade de conhecer a Alemanha!!!!! Beijão e uma ótima semana!

Nina said...

ahahaha, adorei a última foto! ahahaha,mt legal.

menina, Darmstadt é bonita assim é?? Já surgiram oportunidades da gente ir lá e eu nem tchum, na próxima eu vou, achei tudo lindo, mas tbm, com teu olho bom pra fotos boas, (claro, maridão auch!!) tudo fica bem bonito.
E que prédio foi esse?? O Waldspirale, amei.