Sunday, July 20, 2008

Trip para Viena - parte I

No dia 13 de junho, fomos para Viena, visitar grandes amigos (Brack e Val). Como namorido e eu já conhecíamos Viena, nossa programaçao foi bem light: fomos mais é para curtir a ótima companhia :o) Nosso vôo saía bem cedo, mas valeu a pena, pois a tarifa estava ótima. Chegamos às 8h30 em Viena, e pegamos o ônibus que leva do aeroporto até a estacao de trem West. Há um trem, mas custa mais caro e leva mais tempo (dica insider dos Bracks, hehehe). Na estacao, a Val estava nos esperando, e fomos direto para a casa deles: um doce café da manha estava nos esperando (deliiiicia! :o) ). Como o Brack estava trabalhando, fomos abanar as tranças só nós três :o) Progamaçao do dia: Kunsthistorisches Museum (Museu de Arte). O museu é enorme, e têm muitas telas lindas. Sim, eu confesso, meu poder de concentraçao em museus nao dura mais do que uma hora, mas deu pra ver várias obras lindas. Uma super legal é a Torre de Babel, de Pieter Bruegel.

A propósito, como de costume, fotos by namorido :o)

Ah, esqueci de falar: fomos bem no período da Copa Européia, que dessa vez foi na Áustria. Era torcedor para cima e para baixo! Cidade lotada! Mas, deu pra curtir igual :o)

Chuteiras gigantes celebrando a Copa Européia



Depois da visita cultural, fomos para casa, e nos aprontamos para sair para jantar. E que janta: o maior Schnitzel da Austria :o))) E, além de ser o maior (pelo menos é o que eles dizem), é muito gostoso! Vimos uma reportagem na televisao sobre o tal Schnitzel: sao 400 gr de carne que se transformam em bife a milanesa (Schnitzel). Para a fritura, sao utilizadas tres frigideiras. O bife nao fica mais do que 10 segundos em cada frigideira. Conforme o cozinheiro, quando o bife é colocado na frigideira, o óleo baixa de temperatura. Entao, para nao ficar com um bife gordurento, ele só toma um 'choque' na fritura por 10 segundos, e já muda de frigideira. E, nao sei se é por isso, mas que o sabor é bom, lá isso é! E, pena que eu nao fui rápida o suficiente para tirar uma foto, mas o tamanho... nossa, o tamanho é algo. Transborda pelo prato, um absurdo! Eu nao consegui comer nem metade do dito cujo. Quem fez a festa foi namorido, que adora uma carninha, hehehe :o) Oh delícia! O nome do restaurante (que é mega tradicional em Viena, e atraçao turística) é Figlmüller. Para quem gosta de Schnitzel, é o templo da perdiçao (né, namorido? Hehehe).
P.S. Para quem quiser ver o tamanho do 'bifinho', é só acessar o blog da Carol (http://poucooumuito.blogspot.com/2008/07/viagem-viena-parte-gastronmica.html): tem foto do dito cujo, hehehe :o) Brigadu, Carol! :o)

5 comments:

Silvinha said...

Esse museu é lindo, não é mesmo? Acho que foi o melhor que eu jà visitei (ok, ok, o Louvre é o melhor do mundo, mas a gente tem de ir por dias a fio para conhecer tudo, o Kunst de Viena não!). E o café deles tem uma vista nada feia (e um super chocolate quente!) ;)

Perdemos esse Schnitzel! :(

Beijos!

Cacá said...

Voltei!!! Tb fui à Viena (um mês depois de vc) e comi o magavelololoso Schnitzel. E tenho foto para ilustrar. Vou publicar lá no meu blog. É enooorme mesmo!!! E delicioso!!!

Beijocas.

Mariane said...

Angie!
Vou experimentar fazer este schintzel aqui em casa, a única coisa chata é: quem vai lavar estas três frigideir? Acho que a Laurete!! A mãe já ia dizer: Vocês ainda não passaram desta faze. Tsssssssss,...

Carolina said...

You are welcome!! ;)

Mariane, faça o bifinho sim! Vale a pena. E ó, 3 frigideiras com óleo em altíssima temperatura, 10 segundos e deu.
Beijocas pra todas...

Joaninha Bacana said...

Hahaha - bifinho? :o)))