Wednesday, June 3, 2009

Dia 2 na Provence - parte II

De tardezinha, fomos até a cidadezinha de Vaison La Romaine. Pesquisando na internet, achei o restaurante Le Moulin à Huile, e fiquei louca para experimentar. O chef deles (Robert Bardot - uma estrela Michelin, dois pontos 'restaurante com charme') é conhecido pela critiavidade e um pouco de maluquice na cozinha.

O caminho para chegar até a cidadezinha foi uma atracao a parte. Nós decidimos evitar as estradas grandes, seguindo por ruinhas minúsculas e passando por vilarejos e paisagens lindíssimas (sempre com o GPS nos guiando). O engracado foi que, em um certo momento, a estrada foi ficando mais e mais apertada, o asfalto sumiu, ficou só estrada de chao, e parecia que estávamos é fazendo trilha! Ainda continuamos achando tudo lindo, e curtindo a paisagem, até que a estradinha passou a ser um buracao atrás do outro, e um tao, mas tao grande, e tao cheio de água, que amarelamos. Demos meia-volta, dirigimos um trajeto de volta, e pegamos a estrada oficial mesmo. Porque ficar atolado, no meio do nada, nao tem graca nenhuma :o)

Eu vou, eu vou...

... pra Vaison La Romaine agora eu vou!

Chegando em Vaison La Romaine, uma surpresa: a cidade antiga é super bonitinha, toda no alto de um morro! Como faltava uma hora para a nossa reserva, fomos explorar a cidade medieval, e adoramos! Muito legal se perder nas pequenas ruelas! É morro acima e morro acima e morro acima, mas vale a pena! :o)


Algumas imagens...


... tiradas...


... por namorido...


... em Vaison La Romaine.

Às 19h30 fomos para o restaurante (que também é um hotel).

Restaurante Le Moulin à Huile

As mesas estavam todas montadas no terraço, aproveitando o tempo bom (calor, muito calor!). O interessante é que as cadeiras eram de piscina mesmo, daquelas bem comum, de plástico :o) Mas, super confortáveis! Nós adoramos as pinturas (tanto atrás do bar, como dos menus): o chef também é pintor, e todos os quadros expostos (assim como a capa do menu) sao pintados por ele :o)


Eu sou meio tímida pra tirar foto de restaurante, entao só tirei foto dos docinhos que vieram acompanhando o café. Mas as entradas estavam divinas. A minha eram postas de salmao defumado com uma espuma de limao e ovo pochê (Quelques asperges, saumon fumé, œuf poché, gauffre à l’ail confit) e, acompanhando, um waffle de alho (que, por incrível que pareça, era mesmo um waffle - só que com alho - e o gosto era danado de bom!). Namorido foi de foie gras (Lucullus de Foie gras de ma nièce Juliette), e disse que estava excelente. De prato principal, fomos de omelete com trufas (Véritable omelette aux truffes et parmesan). Estava bom, mas muito pesado (nao sei como, porque sempre achei omelete levinha, mas a dele pesou no nosso estômago). Sobremesa? Mmmm, nao lembro! Sabia que devia ter tirado foto :o) Mas o que eu lembro bem sao os docinhos que vieram acompanhando o café: era um bandejao, devíamos era ter deixado a sobremesa de lado :o)

Voltando (ou melhor, rolando) de volta para o hotel, namorido decidiu tirar algumas fotos da nossa sacada enquanto eu me encremava :o)


E assim terminou nosso dia 2 na Provence :o) Amanha tem Pont du Gard e Avignon no roteiro :o)

9 comments:

Anonymous said...

Pela narrativa rica em detalhes , tua pré-honeymoon foi deliciosa... e aventuresca....
uma graça Vaison La Romaine... e o restaurante-hotel- Le Moulin à Huile um convite para ficar um tempinho na próxima viagem de núpcias...
o cardápio escolhido e preparado pelo maluco MR. Bardot seria especial para um petit comitté, hoje, lá em R. PARDINHO, na casa do PAPI, que está de aniversário...
MAMI deve ter preparado um TEA FOR TWO diet para ele...
bejocas
camininha

Katia Bonfadini said...

Já ouvi dizer que Avignon é linda, tô doida pra ler o post de amanhã! Amei essa cidadezinha medieval, ruelas, sacadas e cantinhos estreitos são um charme. Depois vou entrar no site do Le Moulin à Huile, mas já me apaixonei pelo restaurante só pelas suas fotos... Ai, nada como uma viagenzinha romântica!!!!

SÍLVIA OLIVEIRA said...

Também adoro esses caminhos rústicos que levam aos restaurantinhos inusitados... Hummm, que vontade de estar aí!

Silvinha said...

As fotos me levaram um pouco p/ la :o)

Beijo!

Camila said...

Menina, se meu laptop falhar, é por conta da baba no teclado...
Adoro as descricoes que vc faz dos pratos (e pq nao dos restaurantes?)!
Quanto ao acidente, que alívio que ninguém se machucou...
Beijos!

Nina said...

Fotos lindas do senhor namorido... mas me diz uma coisa bonitona, continua a chamá-lo de namorido é?? ainda nao decidiu qual nome ficaria melhor??

Eu tbm contumo dizer que prefiro viajar evitando as autobahns, principalmente na Franca, porque as cidadezinhas do meio do caminho sao muito, muitos fofinhas :) vivo fotografando.
ahh e tbm morro de vergonha de fotografar em restaurantes, sempre que fotografo eu lembro de vcs e penso: onde joaninha bacana e "namorido" fofucho arranjam tanta coragem???

À propósito, AMAMOS receber seu cartao!!! que lindos vcs são, que gentileza encantadora, Angie. Muito, muito, obrigada.

Um beijão, nos dois.

Nina said...

"Tante Nina" é? ahahaha, well, como vc mesma diz, besser als Oma Nina, oder? ahahahaha

vou visitar!

Márcia said...

Angie,
Que fotos MARAVILHOSAS!
Entrar por estas estradinhas menos óbvias é se jogar num desconhecido pitoresco e convidativo.Fico feliz que tenham aproveitado esta honeymoon, vou anotar a dica da cidade. Estas vilas francesas são mesmo lindíssimas! Teve uma foto que me lembrou de Saint Paul de Vence, igualmente linda né?
Bjão!!!

Renata said...

Olá, Angie!

Que delícia de viagem!

Paisagens maravilhosas, dignas de postais! Adorei!!!

Um beijo grande,

Rê.