Thursday, June 28, 2012

Dia 5 Snow Road

No dia seguinte, o destino final era Marifjøra (onde ficava o nosso hotel). De Flam fomos pela E50 até Aurland. De Aurland há duas maneiras de ir até Marifjøra: por um túnel de 27 quilômetros (que nao deixa de ser uma experiência interessante) ou por uma estradinha que chama A Estrada da Neve (Snow Road). Resolvemos tentar a nossa sorte e ir pela Snow Road - nao tínhamos muita certeza se ela estaria aberta, mas qualquer coisa, a gente voltava e pegava o túnel.
Para achar a Snow Road, passamos pela rua principal de Aurland e quando chegamos a uma bifurcacao, pegamos a estrada à direita. E essa já era a estradinha certa.


Vista da Snow Road - um cruzeiro navegando pelo Aurlandsfjorden...

 ... e indo em direcao a Flam (que fica lá no fundinho). 

Aurlandsfjorden

Sua majestade, as montanhas (com os picos ainda cobertos de neve)

Fazendo pose no mirante. A construcao do mirante é super legal, com bastante vidro e madeira. Do lado, há um banheiro público com uma vista linda do fiorde - mas infelizmente estava 'out of service' porque senao eu tinha entrado e tirado foto, hahaha :-D

Aurland vista lá de cima :-)

No mirante encontramos um casal de holandeses que estava viajando com um trailer. Nós perguntamos se a estrada estava ok, e eles disseram: 'em alguns lugares há seis metros de neve, mas a estrada está ótima'. Indo para o nosso carro, e olhando a paisagem a frente, nós pensamos: 'que gente mais exagerada, 6 metros de neve nessa paisagem, nem pensar!'

Já parcialmente no topo, a montanha estava coberta de neve, mas longe de ser 6 metros.

E lá fomos nós, pela Snow Road a fora

 Ok, agora já tem um montao de neve.

 Mmm, digamos que é um montaozao!!!

 Socooooooorro! Namorido, NAO PARE O CARRO! Já pensou essa neve toda cair na estrada? Aaaaaaahhhhhhh!

Porém, confesso: apesar do medinho (várias estradas sao fechadas nao por causa de risco de neve, mas por risco de avalanche), foi uma experiência super interessante andar de carro por uma muralha enorme de neve :-) E, sim, em alguns trechos a neve chegava a 6 metros tranquilamente, hehehe :-)

 Em alguns lugares, o servico de estradas teve que dar uma escavadinha para fazer as placas de trânsito visíveis :-)

E, gracas, chega de neve: chegamos a parte verde novamente :-)

Agora dá para entender o que dá origem a tantas cascatas e ao volume de água correndo: é muuuuuuuita neve no topo das montanhas!

No meio do caminho, dirigir devagarinho...

... já que as ovelhas têm a preferência :-)

Pegamos a E16, e fomos em direcao a Borgund, visitar a antiga igreja de madeira contruída em 1180. As igrejas de madeira (ou stave-church) eram igrejas de madeira construídas na Idade Média. Elas foram construídas em outros paises da Europa, mas só na Noruega que elas sobreviveram ao tempo (28 delas, para ser mais exata).
A igreja de Borgund é uma que passou pelo menor número de alteracoes com o tempo, e é considerada a mais bem preservada.
Para proteger a madeira, ela é coberta de piche de tempos em tempos. Quando estivemos lá, ela havia sido pintada com piche a poucos dias, e por isso a cor negra.
Para chegar pertinho, e entrar, é necessário pagar (75 NOK por pessoa).

Borgund Stave-Church, ou igreja de madeira de Borgund. O cheiro da madeira, impregnada com piche, é bem forte e acentuado

Ao redor da igreja, o cemitério.

Na cúpula, cabecas de dragoes saindo do telhado

E o interior da igreja.

Do lado da igreja de madeira de Borgund, há uma nova igreja

Eu achei super interessante o fogaozinho dentro dela - nunca tinha visto uma igreja com fogaozinho :-)

Voltando pela E16 rumo a Marifjøra, usamos a Rota Histórica (Historical Trails).

Na Rota Histórica, Sjurhaugsfossen (ou quedas d'água de Sjurhaug). A força da água...

... cria desenhos na rocha. Água mole em pedra dura, tanto bate até que fura :-D

Indo pela E5, pouquinho antes de chegar a Sogn, há um museu a céu aberto (De Heibergske Samlinger - Sogn Fokenmuseum). No meu guia dizia que era de graca, mas agora eles cobram entrada (70 NOK por pessoa). Há vários prédios antigos a céu aberto, e um museu de três andares bem interessante.

Escola

Com as carteiras escolares (e lugar para pôr a tinta do tinteiro :-)  )

Uma casa de hóspedes / celeiro :-)

Alguns animais nos olhavam, curiosos, porque éramos os únicos visitantes :-)

Vimos várias vezes essa construcao de madeira com pernas (em formato cogumelo :-)  )

Era possível olhar dentro das casas, apesar dos ambientes serem protegidos por um vidro (nao dava para chegar perto dos móveis, por exemplo)

Antiga casa do xerife :-)

Vista linda do quarto de dormir!


Essa vista, para ser mais exata :-)

As cercas sao feitas num formato diferentes que as que vimos na Suécia

Telhado coberto por grama :-)

Dentro do museu, pecas do cotidiano. Nao sei se o vestido era camisola ou vestido de noiva :-)




[ACABEI DE NOTAR QUE ESSE POST TAH FALTANDO UM PEDACO. Saco, nao é a primeira vez que um pedaco do meu post desaparece, e isso é meeeeega irritante :-( Vou corrigir hoje à noite]

6 comments:

Milena F. said...

Adorei! cada lugar lindo e cada cantinho aconchegante!

Silvinha said...

A sua sequência de fotos da estrada ficou muuuuuuito boa. Fui ficando ansiosa a cada uma, com a neve aumentando :D

Beijo!

Babisenberg said...

Uau, cada vista linda!! Adorei as estrada com os paredoes de neve, eu adoro neve!! E essas casinhas e igrejas típicas sao um amor!! Me apaixonei por elas!!

beijo

Márcia Cobar said...

Ah meu Deus, é tanta coisa linda que nem sei o que comento primeiro!
Acho que vou começar pelas ovelhas, elas seguem no meu imaginário desde que visitei a Nova Zelândia. Lindas, ah como são lindas. E as que cruzaram seu caminho foram tosqueadas há pouco tempo, então vão passar o verão noruegues fresquinhas :)
Que estrada maluca! Quanta neve na lateral, acho que eu ficaria levemente claustrofóbica! Show de fotos!
A foto da janelinha do quarto de dormir me encantou! Linda linda linda! Tudo preto e a janela... perfeita a foto!
Os vales e vilarejos... que sonho!
E a Igreja tão antiga... é deslumbrante! Eu só acho que na outra igreja o fogãozinho é na verdade um aquecedor, não é?
Bjim, lindo passeio!
Márcia

Anonymous said...

Lugares exóticos e emocionantes, bem diferentes dos lugares comuns que as agências de viagem costumam oferecer aos turistas.....
beijocas
da camininha

Anonymous said...

lindas as fotos... estou amando o relato da viagem e as fotos... aquela da neve chegou a me dar medo... mas deve ter sido muito legal passar no meio de tanta neve... bjinhos, Mí