Friday, April 10, 2009

Viena 2009 - parte III

No sábado de tardezinha, aproveitamos para conhecer a confeitaria Delmer. Eu sei, esse final de semana foi de comilança total, mas comida é cultura, fazer o que! A gente tinha que experimentar :o)
A casa de chá dessa vez foi a Demel [Hofzuckerbäcker] que existe desde 1786 na Kohlmarkt. A dica foi do senhor que vendeu abotoaduras para namorido usar no casório: estávamos escolhendo as abotoaduras numa loja na Kohlmarkt, e comentando sobre a Sacher Torte, quando esse senhor se intrometeu na nossa conversa (namorido, mami e eu falamos em alemao quando estavamos os três juntos) e nos disse que ainda hoje nao se sabe quem inventou a Torta Sacher primeiro: a Delmer ou o Sacher Hotel. E que o Delmer é o queridinho dos vienenses. Entao, nao tinha como a gente nao experimentar :o)

E lá fomos nós! O lugar é legal, cheio de ambientes e mesinhas redondas pequenas. As tortas também sao boas. Mas a confeitaria perdeu pontos em dois requisitos: primeiro, que estava um dia quente e as tortas nao estavam frias. Elas estavam numa vitrine sem refrigeracao, e todas meio molengonas (nao deu nem para tirar foto, porque era brochante!). Eu pedi uma de mousse de morango que estava ótima, mas que fria estaria divina! Pena... E o outro ponto negativo, que tira todo o tchan das tortas, é que elas vem com um plasticozinho em volta. Tipo o plasticozinho que elas vêm embrulhadas quando se compra torta em confeitaria. Comprando e levando para casa eu até entendo. Mas comendo lá tira todo o chiquetê da coisa! Além de ser a maior lambuzeira tirar o plasticozinho com a ponta dos dedos e o garfinho. Nao gostei!

Demel

Mami colocando creme no café (quem conhece mami sabe que essa cena é rara, muito rara, hehehe]


Depois do Delmer, ficamos dando um rolê pela cidade e acabamos indo parar na nossa praça favorita. Pertíssimo do centro, fica o Franziskaner Platz, com alguns bares e bistrots e poucas mesinhas espalhadas do lado de fora. A duas quadras do centro e do burburinho, a praça, com uma fonte no meio, é um recanto de paz e silêncio.

E, para a hora do descanso, um Almdudler, que é uma espécie de refrigerante de ervas típico da Áustria. Eu conheci quando fui esquiar no Tirol, e adorei!!!


À noite, mais comilança, junto com o Brack. E, sim, eu vou entrar no meu vestido de noiva (assim espero, hehehe), e sim, caminhamos bastante e todas as calorias foram devidamente gastas :o)

Restaurante Figls (dos mesmos donos que o do 'bifinho'). Adorei essas telhas como luminárias!


Schnitzel para namorido

E sobremesas: mami foi de torta de maça com calda de ameixa


E namorido e eu dividimos uma tortinha de chocolate quente (estilo petit gateau) com uma bola de sorvete camuflada dentro do bolinho. Liiiiiiight! :o)

No dia seguinte, passeio de carruagem pelas ruas de Viena. Sente a pose!


Anker Uhr (Hoher Markt). As 12 horas, todas as figuras desfilam pelo relógio.

Parlamento

Detalhe para a casa em cima do prédio: muito louco :o)


Spanische Hofreitschule

Olha nós aí!

4 comments:

Silvinha said...

Que passeio maravilhoso, Angie! E culinaria certamente é cultura! (uma cultura nada light, mas é cultura, hehe)

Nòs passamos quase uma semana em Viena no final do ano passado, e quase todos os dias andamos em frente ao Parlamento. Como é que eu não vi aquela casa??? :o

Beijo e bom feriado p/ vcs!

vida cotidiana said...

Lindo o seu passeio, adorei as fotos. Mas tenho certeza que depois de comer tanto assim, eu não entraria em vestido nenhum, rsrsrs, bjs

Luciana said...

Creme no café??? Tem certeza que é a dona Silvia??? hehehe. Com todos estes passeios e caminhadas, os pecados da gula são permitidos ... hehehe.
Feliz Páscoa pra vocês!!!


Bjssssss

Joaninha Bacana said...

Hehehe - eu tbm fiquei chocada, Lu!!! :o))) Feliz Páscoa pra voces tbm!!!